Conteúdos CEMEC

Área de conteúdos exclusivos e assinatura de serviços CEMEC.

Produtos em destaque

Nota CEMEC 06/2022

Notas CEMEC - 06/2022 - Taxa de juros e o desempenho do mercado de ações.
R$ 60,00

14/09/2022 - Palestra Gratuita: Projeções do Custo do Financiamento das Empresas

O conteúdo representa uma prévia do produto que será ofertado gratuitamente em sua primeira versão para todos os interessados cadastrados em nosso site até o dia 10/10/2022

Gratuito
Notícias

O setor privado foi o responsável pelo crescimento na relação entre investimentos e Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no primeiro trimestre de 2022, segundo um levantamento exclusivo elaborado pelo Cemec-Fipe a pedido do CNN Brasil Business. Nos três primeiros meses deste ano, os investimentos corresponderam a 17,91% do PIB no período. O valor é maior que os 17,55% registrados no mesmo período do ano passado. Em 2021, o valor chegou a 18,92%.

Clique aqui para ler a reportagem no site do Valor Econômico

O aumento da taxa básica de juros costuma, historicamente, provocar efeitos opostos na decisão de investidores nacionais e estrangeiros na bolsa de valores. Os brasileiros preferem reduzir as posições em renda variável, na busca de opções mais seguras e rentáveis, enquanto os estrangeiros elevam a alocação de recursos em ações, conseguindo até mesmo compensar os efeitos da saída dos locais.

Clique aqui para ler a reportagem no site do Valor Econômico

Há dúvidas se o mercado de capitais continuará animado no segundo semestre Dados divulgados na semana passada mostram os danos que os juros altos fizeram no mercado de capitais. Depois do recorde histórico de recursos captados em 2021, o fluxo de dinheiro para as empresas minguou neste ano e teria sido pior não fosse o interesse dos investidores pelos títulos de renda fixa bastante salgados. A inflação elevada com reflexo negativo nas vendas das empresas, a perspectiva de manutenção de juro nas alturas e o risco de recessão global, em cenário tumultuado pelo conflito no Leste Europeu, encarecem o custo do dinheiro.

Clique aqui para ler a reportagem no site do Valor Econômico