Nota CEMEC 12/2022

Nota CEMEC 12 - Rentabilidade das empresas abertas¹ mantem tendência de queda em 3T2022.
R$ 60,00

No nível macroeconômico, o ano de 2022 deu sequência ao ciclo de recuperação que se seguiu ao choque recessivo da pandemia da COVID 19, iniciado já no terceiro trimestre de 2020, que resultou num crescimento de 5,0% do PIB em 2021 e provavelmente 3% em 2022. Esse crescimento defrontou-se com o comprometimento das cadeias de oferta e aceleração da inflação, levando ao início de um novo ciclo restritivo da política monetária com a elevação da taxa SELIC a partir de marco de 2021. Além da aceleração da inflação, o choque de preços de commodities da Guerra da Ucrânia teve por resultado mudanças dramáticas de preços relativos e a elevação das taxas reais de juros. Nesses anos as empresas tiveram que lidar com fortes pressões de custos, elevação dos preços de matérias primas básicas, deficiências da oferta de insumos, significativa elevação dos 
custos financeiros e, mais recentemente, aumento de salários reais, como resultado de acentuada queda dos índices de desemprego.

O objetivo desta Nota é verificar em que medida o desempenho econômico e a situação financeira das empresas abertas foram afetadas por esse cenário de alta volatilidade macroeconômica, com fortes flutuações de demanda, preços relativos e disponibilidade de insumos e da elevação da taxa SELIC de 2,0% a.a. para 13.75% a.a. São utilizados os dados de demonstrações financeiras de 438 empresas abertas, atualizadas até o terceiro trimestre de 2022, sendo 326 empresas grandes, 69 empresas médias e 43 empresas pequenas²
.

Especificações dos produtos
Nome do atributoValor do atributo
Forma de PagamentoParcelado 12x